O MUSEU DO CAIRO

O Grande Museu do Cairo deveria ser inaugurado no final de 2020, mas a epidemia vai atrasar as obras. Uma pena, segundo os egípcios, serão 5000 m2 que abrigarão toda a coleção do antigo museu, incluindo todos os artefatos encontrados na tumba de Tutâncamon que nunca foram exibidos por falta de espaço.

Fachada do Museu do Cairo

O museu, em sua atual localização, foi aberto em 1902.

Uma das esfinges na frente do Museu do Cairo

Logo na entrada somos recepcionados por imponentes estátuas.

Ramessés II
Amon-Ofis III e sua esposa Tiyi

O Faraó Amenófis III e sua esposa Tiyi nos aguardam num colosso talhado em uma única rocha. O amor de Amenófis pela esposa está explícito ao vermos que ela tem lugar de destaque no colosso, retratada com o mesmo tamanho do faraó. A rainha Tiyi seria mãe de Akenaton, esposo de Nefertity, que tentou implantar a primeira religião monoteísta, adorando somente Athon,

A Estela de Nermer, que unificou o Alto e Baixo Egito.
A tríade de Miquerinos: a esquerda a deusa Hathor (com chifres), o faraó Miquerinos ao centro e a representação a cidade de Het.
Faraó Kéfren, filho do Faraó Kéops, que construiu a Grande Pirâmide em Gizé.
Pequena estátua, única encontrada representando o Faraó Kéops, construtor da Grande Pirâmide de Gizé.
Estátua de Hatshepshut, a Rainha que se tornou Faraó.
Esfinge representando Hatshepshut, a Rainha Faraó.
Sarcófago externo do Faraó Tutankamon
Outro sarcófago do Faraó Tutankamon, encontrava-se dentro do anterior
Vasos canopes onde foram colocados os órgãos do Faraó Tutankamon
Estátua encontrada no túmulo do Faraó Tutankamon
Tesouro do Faraó Tutankamon, uma cena de caça e o deus Hórus.
Trono de ouro do Faraó Tutankamon, numa cena com sua esposa Anquesenamon
Tesouros da tumba do Faraó Tutankamon

11.633 thoughts on “O MUSEU DO CAIRO